1234

Empresas de todo o mundo que compreendem a importância da ética dos valores para o bem-estar de uma organização estão desenvolvendo regulamentos e diretrizes, identificando os principais indicadores de clima, para agirem em conformidade com esses princípios.

Organismos e associações internacionais, como o Banco Mundial e a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), recomendam medidas de governança que incluem o estabelecimento de relações éticas no interior das empresas.

Começando pela alta gerência, deve-se colocar a ênfase em comunicar e modelar os comportamentos que demonstram os valores fundamentais de uma companhia. Pensando nisso, apresentamos, neste post, os 3 principais indicadores de clima e conduta ética das empresas. Boa leitura!

1. Comportamento real x sistemas formais

O valor essencial dos indicadores de clima é a definição do lapso (ou intervalo) existente entre o comportamento real dos profissionais em relação ao padrão estabelecido pelos sistemas formais (regras, manuais, sistemas de controle etc.).

Como não é interessante que os valores da empresa sejam apenas “letra morta”, um indicador-chave do clima ético da organização pode ser encontrado em como a função de auditoria interna está estruturada:

  • a alta administração ou gerência respeita a missão e a contribuição da auditoria para a organização?
  • o comitê de auditoria ou os colaboradores responsáveis pela tarefa contam com os recursos adequados para realizarem suas atividades?
  • há uma abordagem sistemática e disciplinada para avaliar e melhorar a eficácia dos processos de gerenciamento de risco, controle e governança?

Os auditores internos devem integrar as respostas a essas questões como parte de suas avaliações periódicas de qualidade.

A própria capacidade de cumprir uma missão adequada ao praticar os valores fundamentais da organização é um indicador importante para identificar a solidez da cultura ética da empresa.

2. Liderança e conformidade

Indicadores de clima também podem ser obtidos por meio da análise prática da atuação dos líderes empresariais, a fim de avaliar como contribuem para estimular condutas éticas no interior da organização.

Devem ser analisados os procedimentos estabelecidos para a contratação de pessoal e em que medida a adesão de novos colaboradores aos valores da empresa e aos sistemas formais integra os critérios de seleção.

3. Entrevistas e pesquisas

A realização de entrevistas com colaboradores, o levantamento de atitudes e a formação de grupos focais são indicadores de clima eficazes. As perguntas feitas nas entrevistas devem ser respondidas em termos de acordo ou desacordo a afirmações como:

  • a empresa é séria em atuar sob estrita conformidade com os seus próprios valores fundamentais;
  • meus colegas de trabalho e eu compartilhamos os princípios da organização;
  • acredito que meu comportamento pessoal tem uma influência direta sobre a reputação de integridade da companhia;
  • não presenciei nenhuma violação do código de conduta (ou documento que o valha) da empresa durante o ano passado;
  • estou confiante de que qualquer coisa que eu tenha relatado no sistema de relatório confidencial (ou equivalente) não será motivo de futuras retaliações;
  • ao informar alguma violação de conduta ética, o assunto será levado a sério, investigado minuciosamente e resolvido de forma adequada.

A realização periódica e confidencial de pesquisas dessa natureza pode fornecer suporte adicional aos indicadores de clima, relativos às atitudes e percepções dos colaboradores, quanto ao ambiente ético da empresa.

Quais medidas você implementou para garantir o respeito aos valores da sua empresa? Deixe um comentário no post e compartilhe a sua experiência!

Fonte: http://blog.qualidadesimples.com.br/2017/09/01/3-indicadores-de-clima-e-conduta-etica-da-empresa/